28-de-setembro-blog

A Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, iniciou oficialmente, no dia 6 de setembro, a distribuição dos kits educativos em combate ao Aedes aegypti, para alunos do ensino fundamental da rede pública. O lançamento aconteceu na Unidade Escolar João Soares, no bairro Monte Castelo, em Teresina.

Ao todo, serão distribuídos 25 mil kits educativos, composto por jogos, cartilha e quadrinhos com orientações aos alunos da rede pública no combate ao mosquito. De forma lúdica, cartilha e jogo de tabuleiro ensinam a identificar os possíveis locais aonde a fêmea pode depositar seus ovos, acompanhando ainda um CD interativo e um bloco para o check list de verificação dos focos na vizinhança. Essa ação integra o Programa Saúde na Escola (PSE).

O secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, ressaltou a importância dessa ação direcionada às crianças. “Com esse aprendizado, vocês possam repassar esses ensinamentos para família, amigos, vizinhos. A contribuição maior que vocês vão dar para o Piauí é se dedicar ao combate a esse mosquito”, disse aos alunos.

Com o material educativo, alunos e professores poderão trabalhar juntos com enfoque na melhoria na prevenção da dengue, chikungunya e zika, no combate direto ao mosquito, de modo que o material irá instruir as crianças para criar a cultura da vigilância necessária nos domicílios. Com esse novo incremento, envolvendo os alunos, espera-se que haja diminuição no numero de casos dessas doenças no Piauí.

No lançamento, houve apresentação de flauta, pelo Projeto Música para Todos, e a encenação “Prevenção à Dengue” com os alunos do 5º ano da própria escola. Além disso, alunos da residência multiprofissional em saúde da família e comunidade da Uespi fizeram a apresentação “Todos juntos contra a dengue”, por meio do projeto Educamonte.

“Vamos ser mais eficazes para disseminar a cultura de combate ao mosquito Aedes no ambiente escolar, com ajuda de todas as crianças do nosso Estado”, comentou a secretária de Estado da Educação, Rejane Dias.

O material é destinado aos alunos do 1º ao 5º ano, de 7 aos 11 anos de idade, da rede pública estadual e municipal. Serão contemplados aqueles municípios que tiveram o maior índice de infestação. O material segue uma sequência didática, elaborada pela Diretoria de Unidade de Ensino (Unea).

Fonte: Rede Humaniza SUS

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *